: Ремонт ноутбуков hp pavilion. Ремонт ноутбуков hp своими руками. Ремонт клавиатуры ноутбука hp. Сервисный центр samsung ремонт планшетов. Быстрый ремонт планшетов samsung. Ремонт планшетов samsung galaxy tab. Штукатурка стен своими руками. Качественная венецианская штукатурка своими руками. Наружная штукатурка своими руками.
Смартфон samsung galaxy отзывы. Хороший обзор смартфонов samsung galaxy. Смартфон samsung galaxy ace 2. Горнолыжные курорты италии отзывы. Лучшие горнолыжные курорты италии. Горнолыжные курорты италии фото. Лазерная коррекция зрения. Качественная коррекция зрения стоимость. Операция по коррекции зрения. Язык программирования python. Учим python быстро. Весь язык python с нуля. Лечение сетчатки глаза. Нервный тик глаза лечение. Болезни глаз лечение.



Erros Comuns Praticados no Ramadão

Coord. por: M. Yiossuf Adamgy

A maioria dos muçulmanos que pratica o jejum durante o Ramadão concentra-se nos seus benefícios e recompensas. Ao fazê-lo, é frequente cometer-se erros, que em vez de enriquecerem a nossa experiência e recompensa, a diminuem.

"A recompensa daquele que guia os outros para a prática do bem é semelhante à daquele que o pratica." (Abu Dawud)

Prezados Irmãos,
Assalamu Alaikum W.W.

A maioria dos muçulmanos que pratica o jejum durante o Ramadão concentra-se nos seus benefícios e recompensas. Ao fazê-lo, é frequente cometer-se erros, que em vez de enriquecerem a nossa experiência e recompensa, a diminuem. Erros que nos podem levar a comercializar o Ramadão, da mesma forma que tantas outras religiões comercializaram os seus dias sagrados. InchaAllah, o que se segue serve como lembrete, em primeiro lugar para mim próprio e depois para todos os muçulmanos. Que Deus (ár. Allah) nos ajude a usar o nosso tempo de forma sábia durante este Ramadão e nos ajude a evitar esses erros. Ámen!

EIS ALGUNS ERROS:

1. Entender o Ramadão como um ritual:

Para muitos de nós, o Ramadão perdeu a sua espiritualidade e tornou-se mais num ritual do que numa forma de Ibaadah. Jejuamos desde a aurora até ao pôr-de-sol como zombies apenas porque todos os outros à nossa volta também o estão a fazer. Esquecemo-nos de que esta é uma época para a purificação dos nossos corações e almas em relação a todos os males... esquecemo-nos de fazer a duá, de suplicar a Allah que nos perdoe e de Lhe pedir que nos salve do Fogo. É certo que nos afastamos da comida e bebida, mas muitas vezes não é muito mais que isso. Embora o Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) tenha dito: Jibril disse-me: "Que Allah esfregue o nariz na terra à pessoa cujos pecados não sejam perdoados aquando da vinda do Ramadão, e eu disse "Ámen. E então ele disse: "Que Allah esfregue o nariz na terra à pessoa que viva para ver os seus pais envelhecer (apenas um ou ambos) e que não entre no Paraíso (não os auxiliando', e eu disse "Ámen. E então ele disse: "Que Allah esfregue o nariz na terra à pessoa em cuja presença sejas mencionado e que não peça bênçãos para ti, e eu disse: "Ámen". (Tirmidhi, Ahmad e outros. Sahih por al-Albaani).

2. Demasiada importância é dada à comida e bebida:

Para muita gente, a quase totalidade do Ramadão gira em torno da comida. Passam o dia INTEIRO a planear, cozinhar, fazer compras e a pensar apenas em comida, em vez de se concentrarem na Oração (Salaah), no Alcorão e noutros actos de devoção. Só conseguem pensar em COMIDA. A tal ponto que conseguem transformar o mês do "jejum no mês da "abundância. Quando chega a altura da Iftar (quebra de Jejum) as mesas dessas pessoas são um espectáculo digno de se ver, dadas as grandes quantidades e variedade de comida, doces e bebidas. Está a escapar-lhes o verdadeiro objectivo do jejum, e, assim sendo, fomentam a sua ganância e desejos, em vez de aprenderem a controlá-los. É também uma forma de desperdício & extravagância. "... e comam e bebam mas não desperdicem, sendo extravagantes, pois certamente Ele (Allah) não aprecia os Musrifun (aqueles que gastam de forma extravagante).[al-Araaf, 7:31].

3. Passar o dia a cozinhar:

Algumas irmãs (por escolha própria ou forçadas pelos seus maridos) passam o dia TODO a cozinhar. Assim, no final do dia, estão demasiado cansadas até para rezar a oração de Ichaa, já para não falar da Tarawih ou Tahajjud ou mesmo para ler o Alcorão. Este é o mês da misericórdia e do perdão. Por isso, utilizem o lume o necessário e voltem-se para a vossa fé (Imán).

4. Comer demais:

Algumas pessoas comem até quase explodir na hora de Suhur (fecho de Jejum), pois pensam que dessa forma não sentirão fome durante o dia. Outras pessoas comem como se não houvesse amanhã à Iftaar, para compensar a comida que perderam. No entanto, isto é totalmente contrário à Sunnah. A moderação é a chave para todas as coisas. O Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) disse: 'O filho de Adão não deixa nenhuma vasilha mais vazia do que o seu próprio estômago; pois, para o filho de Adão, umas quantas garfadas são suficientes para se manter de pé. Se tiver de comer, então estipule um terço para a comida, um terço para a bebida e um terço para o ar...' (Tirmidhi, Ibn Maajah. Sahih por al-Albaani). Comer demasiado distrai o indivíduo relativamente a muitas acções de obediência e devoção, tornando ao seu corpo preguiçoso e ao seu coração negligente. A seguinte pergunta foi feita ao Imame Ahmad: O homem é capaz de encontrar brandura e humildade no seu coração quando está cheio? Ele respondeu: Penso que não.

5. Dormir todo o dia:

Algumas pessoas passam o dia inteiro (ou uma grande parte dele) a dormir, para 'esquecer o jejum'. É mesmo isto que nos é exigido durante este nobre mês? Está a escapar a estas pessoas o objectivo do jejum, sendo escravas dos seus desejos de conforto e facilitismo. Não 'suportam' estar acordados e enfrentar um pouco de fome ou exercer um pouco de auto-controlo. Para uma pessoa que está a jejuar, passar o dia a dormir não é mais do que negligenciar a sua tarefa (ainda que não não possa invalidar o jejum...).

6. Desperdiçar tempo:

O mês do Ramadão é uma período precioso, muito precioso mesmo, a tal ponto que Allah chama a este mês 'Ayyamum Ma'dudaat' (um número fixo de dias). Antes de darmos por isso, este mês de misericórdia e perdão chega ao fim. Devemos tentar dedicar o máximo de tempo possível à adoração de Allah, para que possamos usufruir ao máximo desta benção. No entanto, alguns de nós desperdiçam o tempo a jogar jogos de vídeo ou, pior ainda, a ver televisão, filmes, ou mesmo a ouvir música.

7. Jejuar, mas sem abdicar da prática do mal:

Alguns de nós cumprem o jejum, mas não deixam de mentir, praguejar, discutir, dizer mal dos outros, etc. E outros de nós jejuam mas não deixam de enganar, roubar, fazer negócios em haram, comprar bilhetes de lotaria, vender bebidas alcoólicas, praticar a fornicação, etc., bem como toda uma panóplia de coisas interditas, sem se aperceberem de que o objectivo do jejum não é abster-se de comer e beber; é, também, temer a Allah. "Ó crentes! Está-vos prescrito o jejum, tal como foi prescrito a vossos antepassados, para temais a Deus" [al-Baqarah 2:183] O Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) disse: "Allah não precisa que aqueles que não abdicam da mentira, que agem de acordo com ela e são ignorantes, deixem de comer e beber". (Bukhari):

8. Não praticar a Suhur (Sehri) [Refeição a partir da qual se fecha o jejum]:

O Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) afirmou: 'Comam a suhur, pois a suhur é abençoada.'(Bukhaari, Muslim). E ele (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) disse: 'Aquilo que distingue o nosso jejum do jejum do Povo do Livro é que nós comemos a suhur'. (Muslim)

9. Interromper a Suhur na altura da Imsaak:

Algumas pessoas param de comer a Suhur 10-15 minutos antes da hora da Fajr, para cumprir Imsaak. Shaykh Ibn 'Uthaymin disse: Este é um tipo de bid'ah (inovação) que não se baseia na Sunnah. Pelo contrário, a Sunnah consiste em fazer o contrário. Allah permite que comamos até ao amanhecer: "e comam e bebam até que a linha branca (luz) da alvorada se distinga claramente da linha negra (a escuridão da noite)" [al-Baqarah 2:187]. E o Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) afirmou: "...comam e bebam até que oiçam o adhan do Ibn Umm Maktoom, pois ele não profere a adhan até que chegue a alvorada". Esta imsaak que algumas pessoas cumprem é um acrescento àquilo que Allah recomendou e, assim sendo, é falsa. Constitui um extremismo religioso e o Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) afirmou: "Aqueles que caem em extremos estão condenados, aqueles que caem em extremos estão condenados, aqueles que caem em extremos estão condenados." (Muslim).

10. Não jejuar se não se tiver comido a Suhur:

Algumas pessoas têm demasiado medo de jejuar quando não comeram a Suhur. No entanto, esta é uma forma de cobardia e de devoção ao facilitismo. É assim tão importante que não tenha comido alguns pedaços de comida? Não vai morrer por causa disso. Lembre-se, a obediência a Allah é mais importante que tudo. Afirmar a intenção de jejuar 'em voz alta' ou proferir uma determinada duá para começar a jejuar: A intenção é uma acção do coração. Devemos determinar no nosso coração que vamos praticar o jejum no dia seguinte. É tudo o que precisamos. Não nos é prescrito pela Shari'ah que profiramos em voz alta "Pretendo jejuar", "Vou jejuar amanhã", nem outras frases que algumas pessoas criaram. Da mesma forma, não existe uma duá específica a ser recitada na altura de começar a jejuar, na Sunnah correcta.

11. Atrasar o término do jejum:

Algumas pessoas esperam até ao final da adhaan, ou até que passem vários minutos desde esse momento, para "não terem dúvidas". No entanto, a Sunnah consiste em apressar-se para terminar o jejum, o que significa terminar o jejum no momento em que o sol se põe. Aa'ishah (R.A.) afirmou: Isto era aquilo que o Mensageiro de Allah (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) costumava fazer. (Muslim) O Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) afirmou: "As pessoas vão continuar a agir de forma correcta enquanto se apressarem para terminar o jejum". (Bukhaari, Muslim). Apesar de a Hadith citada ser extremamente clara, a adhan é proferida 5 minutos depois do pôr-do-sol em muitas Mesquitas. Pode consultar os jornais diariamente e verificar a hora exacta do pôr-do-sol que lá é mencionada. Também pode consultar a Internet e ver por si próprio a hora em que a adhan é proferida). Dê o seu melhor, com base na precisão do seu relógio, calendário, etc. E depois tenha tawakkul (fé) em Allah swt e interrompa o seu jejum exactamente à hora recomendada.

12. Comer continuamente até chegar a hora de Maghrib:

Algumas pessoas põem tanta comida no prato quando interrompem o jejum e continuam a comer, desfrutando de sobremesa, bebendo chá, etc. Ao ponto de deixarem passar a Oração de Maghrib. Isto não é correcto, obviamente. A Sunnah do Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) diz que quando ele interrompia o jejum, comendo algumas tâmaras, apressava-se para a oração. Quando terminar a oração, pode voltar e comer mais.

13. Perder a oportunidade de ouro que é ver a sua Duá (Suplicação) ser aceite:

A suplicação da pessoa que pratica o jejum tem a garantia de ser aceite à hora de interromper o jejum. O Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) afirmou: "Há três suplicações que nunca são rejeitadas: a suplicação de um pai, a suplicação de alguém que pratica o jejum e a suplicação de um viajante". (al-Bayhaqi, Sahih por al-Albaani). Em vez de se sentar e de fazer a Duá nesta hora de ouro, algumas pessoas renunciam a esta bela oportunidade, estando demasiado ocupadas a fritar chamuças, a falar, fazer comida, a encher os seus pratos e copos, etc. Pense nisso... Será a comida mais importante do que ver os seus pecados perdoados e do que a concretização das suas Súplicas (Duás)?

14. Praticar o jejum sem rezar:

O jejum daquele que não pratica a Salat (Oração) (poderá)NÃO SER ACEITE. É assim porque não fazer a oração constitui kufr, uma vez que o Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) afirmou: "Entre um homem e a shirk e kufr está a acção de deixar de orar". (Muslim). Com efeito, NENHUMA das suas boas acções poderão ser aceite; todas poderão ser anuladas. "As boas acções poderão ser anuladas àquele que não rezar (a oração de) Asr". (Bukhari).

15. Jejuar e não envergar o Hijab:

Não envergar o Hijab é um pecado grave, pois trate-se de uma obrigação para as mulheres. (Consultar a Surah Nur e a Surah Ahzaab). Logo, jejuar e não envergar a hijab retira sem dúvida uma enorme parte das recompensas do jejum, ainda que não as invalide.

16. Não praticar o jejum por causa de exames ou trabalho:

Os exames e o trabalho NÃO são desculpas aceites pela Shariah para não se jejuar. Pode fazer o seu estudo e revisão à noite, se se tornar muito difícil fazê-los de dia. Lembre-se igualmente que, se cumprir a sua obrigação de jejuar, mesmo quando tem de estudar, Allah tornar-lhe-á as coisas mais fáceis e ajudá-lo-á em tudo o que faça. "Àquele que teme a Allah, Ele irá apontar-lhe um caminho e beneficiá-lo-á sem que ele o espere. Allah é suficiente para aquele que n'Ele confie". (Surah at-Talaaq 2-3).

17. Associar o jejum a uma dieta:

NÃO pratique o jejum com a intenção de fazer dieta. Este é um dos maiores erros que alguns de nós cometem (especialmente as irmãs). O jejum é um acto de devoção que apenas pode ser levado a cabo em louvor a Allah. De outra forma, associá-lo à intenção de fazer dieta pode constituir uma Shirk (menor).

18. Rezar APENAS na noite do dia 27:

Algumas pessoas rezam APENAS no dia 27 para procurar Lailat ul-Qadr, negligenciando todas as noites ímpares, embora o Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) tenha dito: "Procura Lailat ul-Qadr nas noites ímpares das últimas dez noites do Ramadão" (Bukhaari, Muslim).

19. Desperdiçar a parte final do Ramadão a preparar a Eid:

Certas pessoas passam a totalidade dos últimos 10 dias do Ramadão a preparar a Eid, a fazer compras e a visitar centros comerciais, etc., negligenciando Ibadah e Lailatul Qadr, ainda que o Profeta (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) tivesse o hábito de se empenhar ao máximo durante os últimos dez dias do Ramadão na devoção (Ahmad, Muslim) e não a fazer compras. Deve-se aproveitar ao máximo o tempo do Ramadão. Aa'ishah (R.A.) afirmou: "Quando começavam as (últimas) dez noites, o Mensageiro de Allah (Sal Allaahu Alaiyhi wa Sallam) costumava apertar o cinto (ou seja, esforçava-se ainda mais na devoção ou abstinha-se de intimidades com as suas esposas), ficava acordado durante a noite e acordava a família". (Bukhaari e Muslim).

20. Festas de Iftar

Embora o hábito de nos convidarmos uns aos outros para interromper o jejum seja algo positivo e encorajado, algumas pessoas caem no extremo de esbanjar em festas de iftar onde, muitas vezes, têm lugar todo o tipo de desobediências a Allah, desde namoriscar, mistura de sexos e mulheres sem hijab até ao exibicionismo, extravagância e negligência para com a Salaah e a Tarawih. Alguns até recorrem à música e dança. Não é tarde para corrigir os nossos erros e fazer o bem em veneração de Allah.

[Alcorão,15:49]: "Informa os Meus servos de que sou Clemente, o Mais Misericordioso".

Uma Bela Duá (Súplica):

"Ó Allah, faz com que o meu amor por Ti seja para mim a coisa mais querida, e que o temor a Ti seja aquilo que mais temo; Retira de mim todas as desejos nefastos mundanos, impregnando em mim a paixão para Te encontrar. E quando concederes às pessoas do mundo os prazeres do Teu mundo, faz com que a calma para os meus olhos (prazer) seja a devoção a Ti. Meu Senhor! Cometi um grande pecado contra a minha alma, e ninguém perdoa os pecados senão Tu. Então perdoa-me e tem misericórdia de mim. Na verdade, Tu és, com frequência, Clemente e Misericordioso." Ámen.

Ramadan Mubarak.

Wassalam.





Created & Design by MaiLayout